Leituras da semana

books, coffee, inspo, relax

Imagem daqui

Neste espaço eu compartilho com vocês alguns links e postagens interessantes que li durante a semana:

6 receitinhas caseiras de beleza para testar

receitinhas caseiras de beleza 2

♥ 12 coisas que você pode fazer para melhorar seus relacionamentos

"Antes de jogar algo na cara da pessoa, entenda qual a parte daquela situação que te cabe. E isso não no sentido de isentar a outra pessoa de responsabilidade, mas de reconhecer que a forma como reagimos varia muito conforme as nossas vivências e bagagem. E nisso aprendemos a conduzir o diálogo de um modo mais justo e equilibrado." - Nathália Rocha

Viver devagar

mar.jpeg

Como organizar o cardápio da semana e preparar marmitas saudáveis

Como organizar o cardápio da semana | Marmitas saudáveis

♥ 7 homens que agrediram mulheres e seguiram com suas carreiras normalmente

Recentemente, o jogador Robinho foi condenado pela Justiça da Itália a nove anos de prisão pelo crime de violência sexual. O caso ocorreu numa boate de Milão em janeiro de 2013, quando ele ainda atuava pelo Milan. Ele e mais cinco amigos embebedaram uma mulher e a estupraram. No dia 23 de novembro, foi divulgada a condenação. Três dias depois, Robinho estava em campo jogando pela Atlético-MG contra o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro. O clube mineiro decidiu não comentar o assunto por considerá-lo particular do atleta e ainda discutido judicialmente. Por meio de sua advogada, Robinho afirmou que não tem qualquer participação no episódio e irá recorrer da decisão em primeira instância. Já Oswaldo de Oliveira, técnico do time, saiu em defesa do jogador: "é um cara de família".Nesta sexta-feira, dia 8, foi divulgado que o contrato entre o clube e o jogador não será renovado. O Atlético-MG alegou que busca reduzir os custos e Robinho não aceitou a redução de seu salário. A sentença contra ele não foi citada em nenhum momento.

Anúncios

Leituras da semana

beautiful, bedroom, black and white, cafe, candle

Imagem daqui

Neste espaço eu compartilho com vocês alguns links e postagens interessantes que li durante a semana:

Como lidar com erros no seu Bullet Journal

Projeto verão? Não, obrigada!

♥ Treze dicas para usar a primeira parcela do 13º salário

Treze dicas para usar a primeira parcela do 13º salário

Entenda o poder do Sagrado Feminino

Entenda o poder do sagrado feminino.

♥ Até quando mulheres vão continuar a sofrer assédio ao vivo?

Capturar

 

Leituras da semana

https://favim.com/image/5077718/

Imagem daqui

Neste espaço eu compartilho com vocês alguns links e postagens interessantes que li durante a semana:

♥ Futebol, cultura do estupro e violência contra mulheres

Robinho estupro

Como ser mais com menos

Yoga

36 fotos de mulheres ao redor do mundo, cada uma à sua maneira – todas lindas

♥ 11 formas fáceis de se cuidar que custam pouco ou nada

Se você estiver estressado, seu corpo pode estar mais tenso do que você percebe. Tirar um minuto para se alongar, ou mesmo colocar um pouco de alongamento em sua rotina noturna, pode dar uma sensação muito boa!

♥ 11 perguntas a se fazer antes de criticar alguém

Capturar

Ainda dá tempo!

Imagem daqui

Já falei aqui no blog que a virada do ano para mim é um momento muito simbólico, que tem a ver com recomeço e renovação de energia. Assim, vocês já devem imaginar o quanto eu estou ansiosa para gritar “Feliz 2018!”. Mas calma, ainda tem mais de um mês de 2017 pela frente e isso é tempo suficiente para acrescentar mais alguns itens à sua lista de realizações do ano.

Não deixe a peteca cair

Pensa comigo: se estivéssemos às vésperas de janeiro, você não estaria traçando mil planos para o mês que estaria começando? Então porque não fazer o mesmo com dezembro? Em 31 dias você consegue fazer muitas coisas, inclusive aquelas que você vinha adiando há um tempo. Você pode fazer uma super faxina na casa, um grande desapego de roupas e objetos que não usa mais, visitar aquela amiga que você não vê há tempos, enfim. Dezembro não tem que ser um mês de preguiça só porque é o último do ano.

Revise suas metas

Se você, assim como eu, definiu metas e objetivos em janeiro que queria alcançar até o final do ano, este é um bom momento para revisar o que já foi feito e o que ainda pode ser concluído. Por exemplo, eu defini que queria ler 10 livros em 2017, mas em outubro percebi que só tinha lido metade. Resultado: já li 3 livros em novembro e estou na metade do 4° (e o mês nem acabou ainda!). Tudo indica que eu vou conseguir cumprir minha meta de leitura, mas isso só foi possível porque eu não perdi essa meta de vista e acompanhei o progresso dela ao longo do ano. Pode ser que, ao revisar o que já conquistou, você ganhe um ânimo a mais para continuar no caminho de seus objetivos.

Planeje 2018

Se você já riscou todos os itens da sua lista de objetivos (olha, não é fácil, então palmas para você!), dezembro pode ser um período para planejar o próximo ano. É claro que não temos controle sobre tudo, mas tirar um tempo para refletir e planejar pode nos ajudar muito. Olhe para dentro de você mesmo, quem você é hoje e quem quer se tornar no futuro, tudo o que conquistou esse ano e o que quer conquistar nos próximos 12 meses. Que tal comprar uma agenda, ou começar um diário, ou unir as duas coisas em um bullet journal? Foi o que eu fiz (ainda vou falar sobre isso, aguardem) e já estou preparando várias páginas para 2018.

Se a gente se acostuma com a ideia de que o ano já acabou, podemos acabar deixando de concluir coisas e nos frustrando. Que tal aproveitar esse restinho de 2017 para fechar o ano com chave de ouro? Ainda dá tempo!

Leituras da semana

8f975710b6d3dc704d95702fe9eb8615

Imagem daqui

Neste espaço eu compartilho com vocês alguns links e postagens interessantes que li durante a semana:

Bruxas eram mulheres empoderadas

Bruxas eram mulheres empoderadas

Resiliência: somos mais fortes do que pensamos

5 dicas para desbloquear o fluxo da vida

♥ Parem de chamar mulheres de chatas – só estamos de saco cheio

É possível ficar de boa com a menstruação

Inspira. Expira. Não pira.

Capturar

Na semana passada, aconteceu um fato no meu trabalho que me deixou bastante chateada. A situação específica não vem ao caso, mas uma coisa que parecia pequena me tirou do prumo de uma forma que eu não esperava.

Todos nós passamos por momentos de crise em que tudo o que queremos é jogar tudo pro alto e falar “dane-se, eu não preciso disso”. Mas todos nós também sabemos que não é bem assim que as coisas funcionam. Ao receber uma crítica, por exemplo, é preciso filtrar aquilo que realmente se aplica, absorver os ensinamentos que aquela situação está te mostrando e seguir em frente, certo? Mas como se concentrar apenas no que é útil para nós, nas lições a serem aprendidas, e não no resto?

Percebi que se eu quisesse resolver as coisas no calor do momento, eu só teria piorado a situação. Pois bem. Como eu estava a ponto de perder o controle, o que eu fiz foi me afastar e não pensar naquilo por um tempo. Me concentrei nas tarefas que precisavam ser entregues naquele dia, terminei meu trabalho e fui para casa descansar. Passei um feriado prolongado ao lado das pessoas que eu mais amo no mundo, fizemos churrasco, bebemos, cantamos, dançamos.

Eu poderia ter ficado mais tempo remoendo o que aconteceu no trabalho, mas de propósito não fiquei. Depois desses dias, com a cabeça mais fresca, pensando com mais clareza e vendo as coisas de forma mais leve, com certeza vou encarar o problema de outra maneira.

Às vezes nós deixamos coisas pequenas demais estragarem momentos especiais e isso nos custa muito caro. Nem sempre é fácil, mas em situações como essa, o melhor a se fazer é não pensar mais no que está te fazendo mal. Deixar a poeira baixar, retomar o controle sobre a sua saúde mental e desconsiderar o que não vale a pena ser absorvido. “Se custa a sua paz, é caro demais”. Esse será meu novo mantra daqui pra frente. Cada vez mais vejo que é preciso ser filtro, não esponja.