BEDA #15 – Minha experiência com cronograma capilar

Como eu já contei nesse post, há algum tempo sou adepta do low poo e por isso participo de vários grupos relacionados ao tema. Já tinha ouvido falar sobre a técnica de cronograma capilar antes, mas só recentemente decidi colocá-la em prática e hoje venho contar para vocês como tem sido a experiência.

O que é o cronograma capilar?

O cronograma capilar nada mais é do que um sistema que utiliza uma espécie de agenda para guiar que tipo de cuidado utilizar no cabelo a cada dia, com base no que ele mais necessita. As três etapas desse cronograma são:

  • Hidratação: Deve ser utilizada quando os fios estão ressecados e necessitam de reposição de água. Os ingredientes mais comuns de produtos hidratantes são pantenol, glicerina, aloe vera, ceramidas e vitaminas em geral.
  • Nutrição: Mais voltada para cabelos porosos e com frizz, pois visa repor a gordura dos fios. Os componentes mais comuns são extratos vegetais como o óleo de coco, argan, rícino, semente de uva, azeite de oliva e manteigas de karité e cupuaçu.
  • Reconstrução: Recomendada para cabelos extremamente danificados e quebradiços, pois repõe as proteínas dos fios. São mais comuns os produtos à base de queratina, arginina e colágeno.

Existem na internet vários modelos de cronograma, mas para montar o seu próprio cronograma personalizado, eu recomendo que você identifique quais cuidados seu cabelo precisa e quais dão bons resultados no seu tipo de fio. Por exemplo, no meu caso, que tenho cabelo naturalmente oleoso, a nutrição não precisa ser tão frequente. Mas para um cabelo crespo cuja oleosidade natural não consegue chegar às pontas, esse tipo de tratamento precisa ser repetido mais vezes ao longo do cronograma.

 Como eu fiz?

Normalmente eu lavo o cabelo três vezes por semana. O que eu fiz foi substituir o condicionador por uma máscara de tratamento em todas as lavagens e adicionar um ingrediente para cada etapa. No meu caso, o cronograma ficou assim:

Cronograma.jpeg

(A umectação é um processo que consiste em umedecer os cabelos com algum tipo de óleo vegetal extra-virgem, por isso entra na etapa de Nutrição).

O que eu usei?

Produtos Cronograma

O que eu achei?

Gostei muito do resultado. Nunca senti meus cabelos tão macios quanto no período em que segui o cronograma certinho. Também foi bom para entender melhor de quais produtos meu cabelo gosta mais e quais dão um efeito mais legal. Confesso que dá um pouco de preguiça de usar só máscaras de tratamento, pois o condicionador é mais prático. Mas mesmo assim pretendo continuar seguindo o cronograma para guiar meus cuidados com o cabelo, pois o resultado vale muito a pena!

Dicas extras:

  • Você pode ler mais sobre cronograma capilar aqui e aqui
  • Você pode responder algumas perguntas sobre o seu cabelo e receber um cronograma personalizado aqui
  • Você pode montar e acompanhar seu cronograma capilar com esse aplicativo aqui

* Imagem retirada daqui

17629873_1319972661384518_3287602528063976838_n

Anúncios

BEDA #6 – Baratinhos de beleza

Não tem nada melhor do que ter um produto em casa e descobrir novos usos para ele, certo? Por isso, hoje eu resolvi contar para vocês alguns truques baratinhos de beleza que tenho usado ultimamente e gostado bastante. A maioria dos produtos (se não todos) você já tem em casa ou consegue comprar facilmente em qualquer farmácia. Vamos lá:

Montagem.

1) Sabonete líquido + açúcar = esfoliante potente

Eu não sei vocês, mas eu adoro esfoliar minha pele de tempos em tempos e, particularmente, não gostei até hoje de nenhum sabonete esfoliante que já tenha testado. Além de a maioria conter microplásticos que contaminam os oceanos, eu ainda não sinto que eles removem as células mortas como deveriam. Por isso, há tempos sou adepta do esfoliante caseiro: basta misturar sabonete líquido (qualquer tipo) e açúcar (cristal para um resultado mais abrasivo e refinado para um resultado mais suave) na proporção que você preferir. Uso no rosto e no corpo e garanto que o resultado é MARA.

2) Bepantol Derma (pomada) + creme de tratamento = hidratação poderosa

Bepantol é aquela pomadinha milagrosa que serve para curar assaduras, regenerar lábios ressecados, hidratar cotovelos e outras partes secas do corpo, etc.. Porém, recentemente, descobri um outro uso: misturar um pouco da pomada à máscara de tratamento. Como ela se mistura com o creme, fica super fácil de espalhar nos cabelos e o resultado é uma hidratação mega power. Existe o Bepantol líquido, que normalmente é usado para esse mesmo fim, mas se você já tem a versão pomada em casa pode experimentar também.

3) Soro fisiológico + esponja de maquiagem = make leve e iluminada

Pincéis de maquiagem já foram febre (quem não se lembra das blogueiras com mil kits diferentes?), mas hoje em dia as esponjas é que estão em alta. Eu gosto de usar a esponja (a minha é baratinha, da marca Macrilan) para aplicar base e corretivo pois acho que o efeito fica mais natural e sutil. Para quem não tem água termal, uma dica boa é umedecer a esponjinha com soro fisiológico. Ele tem pH levemente ácido, como o da nossa pele, o que faz com que seja facilmente absorvido. Misturado à base, pode funcionar como um primer, hidratando e ajudando a fechar levemente os poros. Claro, não é nenhuma solução milagrosa, mas deixa um efeito bonito na maquiagem.

4) Leite de Magnésia = secante caseiro para espinhas

Minha pele é bastante oleosa, por isso às vezes aparecem algumas espinhas chatas. Nesses casos, recorro sempre ao leite de magnésia, que é o melhor secante para espinhas que já usei! Por ter um efeito adstringente, ele diminui bastante a oleosidade da pele na região aplicada. Eu normalmente aplico com um cotonete sobre toda a área da espinha e deixo agir durante a noite (essa versão de hortelã tem um cheirinho super gostoso). No dia seguinte, é só lavar o rosto normalmente. O leite de magnésia também pode ser usado como primer pois, como diminui a quantidade de óleo da pele, faz a maquiagem durar mais. Só tome cuidado com o efeito rebote, evitando usar todos os dias.

Gosto de compartilhar essas dicas para mostrar que não são só produtos caros e importados que funcionam, pelo contrário. Receitinhas caseiras e produtos baratinhos também têm seu valor. E vocês, quais truques de beleza caseiros mais usam? Vou adorar aprender mais! 😉

17629873_1319972661384518_3287602528063976838_n

Um ano de Low Poo: Minhas impressões

e2883346a3cd9361671242dd1376f67a.jpg

O que é Low Poo?

Resumidamente, as técnicas Low Poo e No Poo consistem em não utilizar produtos para os cabelos que contenham sulfatos fortes (por se acreditar que são agressivos aos fios), derivados de petróleo e silicones insolúveis em água (por se acreditar que eles não tratam os fios profundamente, e sim criam uma película que “camufla” o problema). Na técnica No Poo, simplesmente não se utiliza shampoo e a limpeza é feita com condicionadores próprios (o chamado Co-Wash). Já na técnica Low Poo, pode-se usar shampoo, mas eles devem ser livres de sulfatos fortes. Não vou me estender muito nesse assunto porque já existem diversas fontes na internet que tratam dele de maneira mais aprofundada (como aqui aqui).

Minha história com a técnica

No início de 2014, quando conheci as técnicas, decidi adotar o Low Poo por acreditar que meus cabelos se adaptariam melhor. Usei produtos próprios para a técnica durante cerca 5 meses, porém, como não estava vendo resultados satisfatórios, resolvi abandoná-la. Hoje vejo que não levei a técnica tão a sério, não pesquisei profundamente e, talvez por isso, não me encontrei.

Continuei curiosa sobre o assunto e, algum tempo de depois, resolvi dar outra chance. Dessa vez, procurei conhecer tudo sobre a técnica e pesquisar a fundo sobre produtos proibidos e liberados antes de começar, de fato. O que mais me ajudou foi participar de grupos no Facebook que falam sobre o assunto e permitem troca de experiências entre as adeptas. Mais preparada, foi mais fácil me acostumar com as mudanças. Não sei exatamente há quanto tempo estou fazendo Low Poo, mas com certeza faz mais de um ano. Por isso, resolvi contar pra vocês como tem sido a experiência.

Como é meu cabelo

  • Meu cabelo natural tem a raiz lisa com umas ondas indefinidas no comprimento
  • Tenho bastante cabelo e os fios são de médios a grossos
  • A raiz é bem oleosa, mas as pontas são ressecadas
  • Uso tintura cerca de uma vez a cada dois meses (essa é a única química que uso)
  • Prefiro deixar o cabelo secar naturalmente e às vezes uso chapinha pra tirar o frizz e dar uma forma

O que eu usei

Durante todo esse tempo, tive oportunidade de testar diversos produtos e hoje, com mais propriedade e fontes de comparação, consigo trazer para vocês quais são meus queridinhos:

shampoos-final

1. Johnson’s Baby Cheirinho Prolongado – Não faz nenhuma espuma e por isso é muito mais difícil de espalhar. No fim das contas, não fico com a sensação de que a cabeça está limpa por igual (algumas partes sim, outras não). O cheirinho é uma delícia, mas não compensa o resto.
Preço: R$ 13,99 (400 ml)

2. Yamasterol Less Poo – Mesmo caso do Johnson’s, muito difícil de espalhar. Tenho a sensação de que ele limpa um pouco melhor, mas mesmo assim não deu pra mim.
Preço: R$ 11,99 (320 ml)

3. Phytoervas Antirresíduos – Como comentei, meu cabelo é bem oleoso na raiz e por isso busquei algum shampoo com maior potencial de limpeza. Realmente, ele faz muita espuma e limpa bem, porém, achei que ele resseca o cabelo. Além disso, o preço é bem salgado.
Preço: R$ 21,90 (250 ml)

4. Kanechom Low Poo – Esse sim, foi amor verdadeiro, amor eterno. Além de fazer uma espuma boa, limpar bem e não ressecar tanto, é sem dúvida o melhor custo-benefício de todos os que testei! O cheirinho é refrescante e bem gostosinho.
Preço: R$ 3,99 (350 ml)

5. Phytoervas Controle de Oleosidade – Pensando que o problema do outro Phytoervas seria o fato de ser antirresíduos, tentei dar outra chance para essa versão. Também faz uma espuma boa e tem bom poder de limpeza, mas resseca também e mantém o preço sem noção.
Preço: R$ 21,90 (250 ml)

6. Salon Line Tô de Cacho – Depois do Kanechom, esse é meu favorito, apesar de serem bem diferentes. Esse é bem hidratante, mas mesmo assim consegue limpar. Faz muita espuma e rende bastante.
Preço: R$ 9,99 (200 ml)

7. Salon Line SOS Bomba (Liberado) – Ele tinha tudo para ser tão bom quanto o da linha Tô de Cacho, porém, esse é exageradamente hidratante. A ponto de eu usar ele depois de outro shampoo e ter a sensação de ter “sujado” o cabelo de novo. Acho que pra quem tem o cabelo bem ressecado pode funcionar, mas pra mim não deu certo.
Preço: R$ 11,99 (300 ml)

condicionadores-final

1. Monange Hidratação Intensiva – Ele é bem grosso e realmente faz uma hidratação potente. No meu cabelo infelizmente pesou um pouco, por isso acabei deixando ele meio de lado, mas oferece um bom custo-benefício.
Preço: R$ 7,49 (350 ml)

2. Seda Recarga Natural Hidratação e Leveza – Cumpre exatamente o que promete, hidratando os fios sem pesar. Durante o dia, sentia meu cabelo com mais leveza e movimento. O cheiro é ótimo, bem fresh.
Preço: R$ 9,99 (325 ml)

3. Tressemmé Perfeitamente (Des)Arrumado – Meu queridinho dos condicionadores! ❤ Ele foi pensado exatamente para pessoas com cabelos ondulados que querem ganhar mais volume e definição. Deu super certo pra mim e o preço é ok pro tamanho do pote.
Preço: R$ 12,99 (400 ml)

4. Creme multifuncional Salon Line Multy – Esse produto pode ser usado de várias maneiras, como o próprio nome já diz: pré-shampoo, condicionador, co-wash, finalizador… Eu adoro usar como condicionador naquela parte mais próxima da raiz (mas não na raiz) e ao longo do comprimento, pois ele diminui o frizz consideravelmente.
Preço: R$ 5,99 (300 ml)

5. Creme multifuncional Yamasterol Babosa e D-Pantenol – Ele tem as mesmas funções do Multy, porém acho ele mais ralo e um pouco menos potente. 
Preço:
R$ 6,99 (320 ml)

6. Creme multifuncional Yamasterol Queratina – Mais um multifuncional, porém esse foi o que menos gostei. Achei ele mais ralo que os demais, ou seja, precisava passar bem mais produto se quisesse ter um bom resultado. Pra mim, não valeu a pena.
Preço: R$ 4,99 (200 ml)

tratamentos-final

1. Creme de Tratamento Tressemmé Detox Capilar – Usei só esse creme de tratamento durante quase o ano todo. Ele é bem espesso e potente, o que faz com que o cabelo derreta e fique bem molinho!
Preço: R$ 16,99 (400 ml)

2. Óleo de Coco Copra Extra-Virgem – Foi meu primeiro contato com o tão famoso óleo de coco, e confesso que no começo achei um pouco estranho. Ele é bem potente, então é preciso tomar cuidado para não pesar os fios. Usei para umectação e para batizar máscara de hidratação e achei que cumpriu muito bem o seu papel. Uma pena ser tão caro.
Preço: R$ 24,50 (200 ml)

3. Creme de tratamento Monange Reconstrutor – É um bom creme de tratamento, mas não faz nada de mais. Gosto mais do resultado quando batizo com algum outro ativo (óleo de coco, queratina, bepantol).
Preço: R$ 7,99 (300 ml)

4. Vinagre de Maçã Artezana – Gostei do resultado, apesar de não ser nada milagroso. Por ser ácido, dá uma selada nos fios e por isso o cabelo fica com uma aparência melhor, mas não dura muito. Eu misturo com água e aplico com um borrifador, depois do condicionador, e enxáguo em seguida. O cheiro é de vinagre, mas não fixa nos fios.
Preço: R$ 12,00 (500 ml)

5. Tônico Gota Dourada Fortalecimento de Cabelos – Essa foi a maior decepção que já tive no mundo dos cosméticos! Ouvia muita gente falar bem, mas na primeira vez que usei meu couro cabeludo começou a coçar e arder loucamente. Além disso, sério, tem um futum de alho tão grande que fica impossível usar! Dinheiro jogado fora :/
Preço:
R$ 6,99 (100 ml)

6. Queratina Líquida Termo Ativada By Rede – Gostei muito do resultado, principalmente no início da técnica, quando meu cabelo estava mais fragilizado. Eu normalmente batizo uma máscara de tratamento com ela e, após o banho, seco os cabelos com secador para ativar a queratina. O cabelo fica macio e sedoso.
Preço: R$ 8,99 (120 ml)

7. Óleo de Coco Tô de Cacho para umectação – Bem parecido com o da Copra, porém acho ele um menos oleoso e, talvez por isso, um pouco menos potente. Mas cumpre super bem o papel de nutrir os fios, além de ser super cheiroso!
Preço: R$ 11,99 (100 ml)

finalizadores-final

1. Creme para pentear Cachos dos Sonhos – Foi graças a ele que eu consegui ganhar mais definição nas ondas pela primeira vez. Acho que nunca na minha vida consegui acabar com um creme de pentear, mas ele já está quase no final, o que mostra que gostei de verdade. Hidrata e define na medida, sem pesar.
Preço: R$ 10,99 (300 ml)

2. Creme para pentear Monange Proteção Térmica – Quando eu ainda não tinha aprendido a definir as ondas, costumava usar muito secador e chapinha, por isso escolhi um creme que tivesse proteção térmica. Fora isso, ele hidrata bem e não pesa nos fios, além de ter o cheiro mais maravilhoso de produtos pra cabelo que já usei em toda a minha vida.
Preço: R$ 5,99 (300 ml)

3. Gel Day After Tô de Cacho – Na busca por uma maior definição e um efeito mais duradouro das ondas, usei algumas vezes daqueles géis comuns de fixação, porém as pontas ficavam bem ressecadas. Esse problema acabou quando comecei a usar o gel de day after (eu não uso no day after, e sim misturado ao creme de pentear).
Preço: R$ 10,99 (300 ml)

4. Óleo finalizador de Argan By Rede – Eu amo esse óleo, acho que não fica devendo em nada para produtos similares mais caros, como os da Garnier e Elsève. Acho que cumpre muito bem o papel de selar as pontinhas e dar uma força na nutrição dos fios. Tem um cheiro meio estranho, de perfume masculino, mas não me incomoda.
Preço: R$ 13,99 (60 ml)

Conclusões finais

Durante esse um ano, mergulhei fundo na técnica de Low Poo, pesquisei, li muitos rótulos, troquei ideias com outras adeptas, testei produtos, enfim, usei e abusei, por isso consigo avaliar com mais clareza a experiência.

Acho muito válido conhecer um pouco mais e ter crítica a respeito dos produtos químicos que colocamos em contato com nosso organismo. Depois dessa experiência, não pretendo voltar a usar produtos com derivados de petróleo na fórmula, pois prefiro conhecer meus fios como eles realmente são, sem disfarces.

Porém, confesso: senti falta dos shampoos tradicionais, com sulfatos fortes, e de seu poder de limpeza. Para o meu cabelo, que é oleoso, é mais viável intercalar dois shampoos diferentes, um liberado e outro proibido. Assim, sinto que não acumulo sujeira e a sensação de limpeza dura mais.

Em resumo, gostei bastante da experiência. Hoje sou mais crítica em relação à composição dos produtos de cabelo que utilizo, porém não me sinto mais tão presa à técnica. Como tudo na vida, acho que o equilíbrio é o melhor caminho.

* Imagem retirada daqui

5 garotas incríveis e body positive para seguir no Instagram

Como falei nesse post aqui, há algum tempo eu não acompanho mais revistas de moda e mudei minhas referências acerca do que é um corpo bonito. Porém, nem sempre é fácil encontrar referências de pessoas reais, com corpos reais e fora dos padrões impostos pela mídia, em quem nós possamos nos inspirar.

Se você é como eu, também deve adorar ver fotos de meninas estilosas no Instagram e se inspirar no estilo e na beleza delas. Por isso, resolvi criar essa lista com alguns perfis de meninas lindas e com corpos reais que eu sigo no Instagram (se você é como eu, também vai adorar se inspirar no estilo e na beleza delas):

1. Glainá Boucinha
A Glai é autora do blog Beijo da Glai (apesar de não ter postado muito ultimamente) e, em suas próprias palavras, “militante em qualquer movimento que exalte o amor próprio e ao próximo”. Fala se esse tom de ruivo não é a coisa mais linda do mundo?

Glai.jpg

2. Anastasia Amour
Anastasia é coach de imagem corporal e autoestima, além de autora do livro “Inside Out: Your 14 day guide to transform your mind-body relationship”. Sua principal missão – pra lá de nobre – é ajudar mulheres ao redor do mundo a amarem seus corpos como eles são. ❤

Anastasia.jpg

3. Jéssica Lopes
A Jéssica é uma das youtubers que eu acompanho há mais tempo. Com uma gama de conteúdos super rica, ela fala sobre beleza, autoestima, sexualidade, saúde mental e muita breja (ela concluiu recentemente o curso de sommelier de cervejas)! Ah, e para quem gosta de bichanos, os gatinhos dela são uma fofura só e sempre aparecem nas stories dela 🙂

Jéssica.jpg

4. Ariane Freitas
A Ariane, também conhecida pelo seu nick Lovemaltine, é jornalista e co-criadora da página Indiretas do Bem, que depois virou blog. Tem missão mais nobre do que espalhar coisas boas pela timeline alheia? ❤

Ariane.jpg

5. Analu Palhares
Analu é de BH (minha conterrânea!) e autora do blog Cinderela de Mentira. Além de linda e divertida, ela sempre posta looks super estilosos, provando que não é porque uma roupa é plus size que ela deve ser sem graça.

Analu.jpg

Bônus: MC Carol
Não tem como falar de estilo sem citar a MC Carol. Sério. Mulher, preta, gorda, empoderada e 100% feminista, além, é claro, de estilosa. Vale a pena seguir para acompanhar um pouco do dia-a-dia dela e se inspirar na autoestima e poder que essa mulher tem!

mc-carol

E aí, quem inspira vocês? Deixem aqui nos comentários perfis de mulheres empoderadas e body positive, vou adorar conhecer! 🙂

Dicas para se sentir melhor com o seu corpo

tumblr_n291t3kjwH1qc4uvwo1_500.jpg

  1. Mude suas referências
    Todos nós sabemos que os padrões de beleza são impossíveis de serem alcançados. Quando você se inspira na beleza de uma pessoa totalmente diferente de você, isso pode ser ainda mais frustrante. Por isso, é importante que você descubra novas referências de corpos, rostos e cabelos com os quais se identifica para poder se inspirar. Redes sociais como Pinterest e Instagram estão cheios de referências incríveis para você seguir, ou até mesmo aquela famosa com quem dizem que você se parece. Que tal se inspirar no que funciona para elas? Cola que é sucesso!

  2. Pare de ler revistas de moda
    Seguindo a mesma linha da dica anterior, pare de se comparar com as modelos em revistas de moda. Além de elas terem corpos bem diferentes da maioria das pessoas, as fotos de editorias sempre contam com efeitos e toneladas de photoshop. Cada vez mais as mídias têm se interessado por pessoas reais, por isso vlogs e Snapchat fazem tanto sucesso, porque mostram as pessoas como elas são. Então, se você gosta de consumir esse tipo de informação de moda e beleza, sugiro acompanhar veículos que apoiem mais o empoderamento feminino (a revista Cláudia é um bom exemplo). Ah, e sempre com visão crítica, ok?

    8e49db410f3dfb5ad497fd5db7fae911.jpg

  3. Use a moda e a maquiagem a seu favor
    Nunca deixe que as revistas ditem o que você pode ou não usar: essa decisão é só sua. Use sempre aquilo que te faz bem, independentemente dessas regrinhas que nos empurraram a vida toda. Experimente modelos, cores e estampas diferentes do que você já está acostumada, saia de sua zona de conforto, se olhe no espelho com carinho e descubra o que te faz se sentir bonita.

  4. Valorize suas qualidades
    Várias vezes já fui parada na rua por mulheres que eu não conhecia, mas que queriam saber qual tintura eu uso no meu cabelo, porque gostaram muito da cor. Se tem algo em mim que eu gosto muito, é meu cabelo (apesar de dias que não gosto tanto do que vejo no espelho). Por isso, procuro sempre cuidar bem dele, para valorizar ainda mais um ponto que já é positivo. Minha dica é que você faça o mesmo: analise quais partes do seu corpo/rosto você mais gosta e procure destacá-las no dia a dia, seja usando aquele vestido que valoriza suas pernas ou passando aquele batom que ilumina seu rosto. Sinta-se bem com quem você é!

  5. Mude por você, não pelos outros
    Se existe algo com o que você não está satisfeita no seu corpo, você é livre para tentar mudar. Mas mude por você, para que você se sinta bem, e não porque os outros estão dizendo. Se você pensa em fazer uma cirurgia e colocar silicone, pense bem se está fazendo isso por vontade própria ou porque é moda ter peitão. Suas escolhas e vontades devem vir sempre em primeiro lugar. O mesmo vale para emagrecer, alisar o cabelo, fazer uma tatuagem, enfim. Só mude algo no seu corpo se você quiser mudar, ok?

  6. Ame-se do jeito que você é
    Se você tem planos de mudar algo em seu corpo (emagrecer, por exemplo), não espere atingir esta forma para começar a se amar. Não se sinta mal por ter o corpo que tem hoje, pelo contrário: conheça cada detalhe detalhe dele e ame-o da forma como ele é. Não se torture por não conseguir atingir seus objetivos de imediato, tá? Autoestima e amor próprio são construídos ao longo do tempo. Mas eu juro que vale a pena! ❤

* Imagens retiradas daqui e daqui.

5 ideias para um spa caseiro

spa-em-casa

Com esse friozinho que está fazendo, nada mais gostoso do que ficar em casa, tomando um chocolate quente e assistindo seriados, não é mesmo? Mas também é possível aproveitar o tempo livre para poder relaxar, curtir um momento a sós e, por que não, fazer um spa caseiro. E que tal algumas dicas?

Esfolie
A esfoliação é um processo importante para retirar a camada de células mortas da pele, renovando-a e deixando um aspecto mais saudável. Quando faço spa caseiro, aproveito para dar mais atenção a algumas partes do corpo, como rosto, lábios, cotovelos e joelhos, pernas e pés. Para o corpo, faço uma misturinha de sabonete líquido com açúcar, pois os grãozinhos conseguem esfoliar de maneira suave, sem arranhar. Nos lábios, uso mel+açúcar e esfrego suavemente com a ponta dos dedos. Esse processo é ótimo para retirar aquelas pelinhas e evitar rachaduras, além de deixar um gostinho doce na boca, haha

♥ Hidrate
Já esfoliada, a pele absorve mais facilmente os cosméticos e esse é o momento ideal para hidratá-la. Nas partes do corpo que são naturalmente mais ásperas, como cotovelos, joelhos e calcanhares, eu costumo usar um hidratante mais potente ou manteiga corporal. Nos lábios, uso um lipbalm bem espesso (ou Bepantol, se o estado for mais crítico) para potencializar a hidratação. No banho, aproveito para fazer a hidratação dos cabelos: depois de lavar com um shampoo transparente e enxaguar, retiro o excesso de água com a toalha e utilizo uma máscara (quando estou mais animada, acrescento uma ampola de tratamento), deixando agir por alguns minutos. O resultado são fios mais brilhantes e com aspecto saudável.

♥ Massageie
Depois do banho, procuro fazer uma automassagem para relaxar os músculos e aliviar pontos de tensão. Você pode usar o próprio hidratante corporal ou algum produto específico para massagem (gosto de usar gel à base de cânfora, mentol ou arnica, que além de serem relaxantes musculares naturais, também dão uma gostosa sensação de refrescância).

♥ Relaxe
Depois de toda essa sessão de beleza e cuidado com o corpo, que tal relaxar um pouco a mente também? Você pode aproveitar que o momento é só seu e fazer seu programa preguiçoso preferido: assistir filmes ou seriados debaixo das cobertas, ler aquele livro que você está adiando há semanas, colocar em dia os blogs que você costuma seguir, meditar… Enfim, o importante é aproveitar o dia para fazer atividades mais relaxantes e dar um merecido descanso para sua mente.

E aí, vamos colocar em prática algumas dessas dicas e cuidar um pouco mais de nós mesmos? 😉

Favoritos do ano de 2014

Favoritos do ano :)

Hoje venho dividir com vocês os itens que mais gostei em 2014. Tem de tudo um pouco:

Produtos de beleza:

Shampoo Johnson’s Baby Cheirinho Prolongado – No início do ano adotei a técnica de low poo, que consiste em reduzir a quantidade de shampoo utilizada, pois eles contém sulfatos que agridem os fios e retiram a sedosidade natural (sabe aquela sensação do cabelo “cantar” depois de limpo?). Esse shampoo é liberado para a técnica, pois contém sulfatos mais leves e resseca menos que os produtos normais. Resolvi testar e gostei muito. Apesar de não fazer muita espuma (quase nenhuma, na verdade), achei que ele limpa bem e tem um cheiro muito bom.

Condicionador Seda Revitalização e Reposição de Massa – Também liberado para a técnica low poo, esse é meu condicionador favorito da vida! Ele é bem espesso e hidratante (em cabelos finos, curtos ou oleosos, recomendo usar pouca quantidade para não pesar). Além disso, tem um cheiro parecido com chocolate, já que a fórmula possui extratos de cacau, que eu adoro.

 Máscara Head & Shoulders Hidratação – A primeira vez que usei essa máscara, tive certeza que se tratava de um produto revolucionário, haha. O diferencial dela é justamente poder ser utilizada mais próxima da raiz, pois trata tanto os fios quanto o couro cabeludo. Assim, ela reduz o frizz (tenho muito, principalmente na parte de trás do cabelo) sem aumentar a oleosidade. Magia pura. Ah, e também é liberada para low poo.

* Lista de produtos liberados para Low / No poo e mais informações sobre a técnica aqui

♥ Hidratante Facial Mary Kay Botanical Effects para pele oleosa – Minha pele é muito oleosa, então é difícil encontrar um hidratante facial que não aumente essa sensação. Antes eu utilizava o gel creme da Avon, da linha Care, que também é bom. Porém, desde a primeira vez que usei o creme da Mary Kay, me apaixonei! Ele seca super rápido e deixa uma sensação maravilhosa na pele. Pra mim ele faz o papel de um primer, pois deixa a pele lisinha e uniforme. Aprovadíssimo!

♥ Corretivo Líquido Tracta  Confesso que ando muito desapegada de usar maquiagem. Em 2014, diversas vezes preferi dormir mais 20 minutinhos do que me maquiar de manhã. Porém, esse corretivo foi meu produto preferido de maquiagem do ano, porque tem uma cobertura muito boa e preço acessível (cerca de R$25,00 em farmácias). Ele tem uma consistência cremosinha e nos dias mais quentes senti necessidade de passar pó compacto por cima para matificar. A parte ruim é que só existem duas opções de cores, “clara” (casou perfeitamente com meu tom de pele) e “média”, mas convenhamos, isso não é nem de longe suficiente para atender à diversidade de cores do Brasil, né?

Seriados:

♥ The Big Bang Theory – Minha segunda série favorita de comédia (Friends reina soberana). A série está no meio da 8ª temporada e, ao longo do tempo, os personagens foram definindo suas personalidades e ficando mais ricos. Destaque máximo para o casal-amor Shamy (Sheldon & Amy) ❤

♥ America’s Next Top Model – Um reality show de competição entre aspirantes a modelo, com direito a aulas de passarela, makeovers e ensaios fotográficos pra lá de criativos. Claro, brigas e barracos em geral também acontecem para mostrar o lado nada glamouroso da moda. Na cycle 20 (como são chamadas as temporadas), a competição passa a incluir homens também. PS: Quero ser amiga da Tyra Banks!

Aplicativos:

Dots – Joguinho viciante que consiste em conectar bolinhas da mesma cor. Afinal de contas, a gente precisa se divertir em lugares sem wi-fi, né? Gratuito para Android e iOS.

♥ Easy Taxi – Muito útil para aqueles momentos em que você precisa pegar um taxi e não tem o telefone de nenhum taxista nos contatos. O app localiza os profissionais na região e os contacta rapidamente, de maneira segura e sem complicações. Disponível gratuitamente para Android e iOS.

Músicas:

♥ Wake Me Up (Avicii feat. Aloe Blacc) – Para mim, essa música fala sobre uma busca pelo nosso “eu” interior, sobre as descobertas e aventuras da juventude, mas sobretudo sobre a coragem para (re)começar. O encaixe foi perfeito em alguns momentos do ano.

Mais Ninguém (Banda do Mar) – Não gosto de Los Hermanos, nunca gostei, não sei por que. #mejulguem Já o timbre da Mallu Magalhães acho lindo. Então, acredito que a Banda do Mar tenha combinado os melhores aspectos de cada um, e acabei gostando. Ela me fala sobre as sutilezas do amor, o romance do dia-a-dia.

♥  Eu Amo a Vida (Grupo Samba pra Gente) – Conheci essa música através de um vídeo do Ronaldinho Gaúcho em agradecimento ao Atlético Mineiro, meu time do coração. A letra é linda, fala sobre a importância de agradecer diariamente por tudo o que temos e seguir em frente com alegria, apesar das dificuldades.

Dom Quixote (Fernando Anitelli) – Uma das minhas músicas favoritas dos Engenheiros do Hawaii (uma das bandas favoritas) foi regravada esse ano por um dos meus cantores favoritos, Fernando Anitelli, vocalista d’O Teatro Mágico (outra banda favorita). Como não amar? ❤

Ride (Lana del Rey) – Uma obra de arte. O clipe é quase um curta-metragem, lindo. A letra é ótima e o monólogo inicial é perfeito! #TeamLana

♥ Domingo de Manhã (Marcos e Belutti) – Fenômeno da música sertaneja, a letra fala sobre aquela paixão tão forte que nos obriga a declarar nossos sentimentos a todo momento. Inclusive nas manhãs sonolentas de domingo, haha. Fofa demais!

Filmes:

♥ A Pele que Habito – Bastante reflexivo e totalmente intrigante. Sério. Atuação perfeita dos atores Antonio Banderas, Elena Anaya e Jan Cornet. Se eu falar qualquer coisa mais é spoiler, então apenas assistam.

♥ O Presente – Filme lindo da vida! Com a morte do avô, um cara riquinho e mimado precisa completar doze tarefas durante um ano para receber a herança. Ao longo do percurso ele vai se transformando e se tornando mais humilde, mas o que realmente muda tudo é o encontro com Emily, uma garotinha com leucemia que parece saber muito mais sobre a vida que os adultos. Nunca chorei tanto em um filme (e olha que eu choro bastante em filmes).

Enfim, esse foi o meu 2014. Olhando para trás, posso ver que foi um ano cansativo, cheio de reviravoltas, mas com muito autoconhecimento, então não foi tão ruim. Agora é olhar para o futuro e começar a construir uma nova etapa, (espero) melhor. E que venha 2015! 😉

* Imagem retirada daqui