BEDA #26 – TAG A louca dos gatos

black, black and white, body, cat, dark

Mais uma TAG aqui no blog, dessa vez sobre um tema que eu adoro muito: gatos! Sim, eu sou a louca dos gatos e acho que esses bichanos têm muito a nos ensinar sobre o amor (como diz uma frase que li pelas ~ internets ~, “a dificuldade humana de gostar de gatos está diretamente ligada à incapacidade de amar sem dominar”). Vamos às perguntas?

1. Quantos gatos você já teve?
Minha mesmo, só a Luna, minha pretinha atual. Mas quando eu morava com a minha irmã, também tinha a gatinha dela, a Nala (uma ruivinha muito espertinha e espoleta).

2. Sempre teve gatos?
Não. Minha família gosta mais de cachorro, então nunca tinha nem pensado em ter gato. Quando vim para BH, conheci uma ONG que funcionava no prédio onde eu estudava e achei que seria legal ter um bichinho de estimação que fosse mais independente e não sofresse por viver em um apartamento pequeno.

3. Quantos gatos tem agora?
Só a Luna.

4. Gostaria de ter mais?
Às vezes eu acho que sim, mas depois acho melhor não. Se dependesse só de mim, adotaria o máximo de felininhos possível, mas a Luna não se dá muito bem com outros animais e sei que ela sofreria com isso.

5. O que determina o número de gatos? Dinheiro, espaço, tempo, pessoas com quem divide a casa?
Tudo isso. Eu acho que toda adoção de animais deve ser responsável, porque depois não dá pra simplesmente abandonar de novo na rua, né? É importante pensar em todos os impactos que um animalzinho vai trazer para sua rotina, só assim se torna possível avaliar quantos você pode ter.

6. Já resgatou gatos da rua? Quantos?
Não participei do resgate em sim, mas como já mencionei, a Luna foi adotada através de uma ONG que resgata cães e gatos de rua e em situação de risco.

7. Já passou apuros por ser a louca dos gatos?
Já. A Luna é um tantinho antissocial e não gosta de conviver com outros animais. Uma vez, durante uma consulta veterinária, a gata da dona do pet shop entrou na sala e começou a tretar com a Luna que, apavorada, tentou fugir pela janela. Foi o maior sufoco que já passei na vida! A veterinária e meu namorado saíram arranhados e sangrando por terem apartado a briga, mas felizmente terminou tudo bem.

8. Ajude as migas gateiras: marca de ração seca, marca de ração molhada, marca de areia, brinquedo preferido.
– Ração seca: Matisse, preferencialmente a versão para castrados. Foi recomendação da veterinária e a Luna adora!
– Ração molhada: Não costumo dar muito, mas eventualmente compro o famoso Whiskas Sachê.
– Areia: Já testei várias e a que mais funciona é a Pipicat. Ela forma “blocos” de areia e é bem mais fácil para limpar.
– Brinquedo: A Luna AMA coisas que tenham cordinhas (cadarços, barbantes, fone de ouvido…), fica alucinada! Inclusive ela tem um arranhador tipo esse aqui, mas nem liga pro poste de arranhar, só para o brinquedinho pendurado!

9. Você se imagina virando ~ a velha dos gatos ~?
Acho que não, porque não me imagino tendo muitos gatos (pelos motivos que citei anteriormente). Mas sou super defensora da causa e, sempre que possível, incentivo pessoas do meu convívio a adotarem animais abandonados. Quem sabe não serei “mãe” de vários gatos, mas sim “madrinha”?

Adorei responder essa TAG e dividir com vocês um pouquinho da minha experiência gatística, haha. Por fim, deixo vocês com uma foto da minha princesa Luna. Fala se não é a coisa mais linda desse mundo? 😻

IMG_20150122_164739

* Imagem retirada daqui

17629873_1319972661384518_3287602528063976838_n

BEDA #15 – Minha experiência com cronograma capilar

Como eu já contei nesse post, há algum tempo sou adepta do low poo e por isso participo de vários grupos relacionados ao tema. Já tinha ouvido falar sobre a técnica de cronograma capilar antes, mas só recentemente decidi colocá-la em prática e hoje venho contar para vocês como tem sido a experiência.

O que é o cronograma capilar?

O cronograma capilar nada mais é do que um sistema que utiliza uma espécie de agenda para guiar que tipo de cuidado utilizar no cabelo a cada dia, com base no que ele mais necessita. As três etapas desse cronograma são:

  • Hidratação: Deve ser utilizada quando os fios estão ressecados e necessitam de reposição de água. Os ingredientes mais comuns de produtos hidratantes são pantenol, glicerina, aloe vera, ceramidas e vitaminas em geral.
  • Nutrição: Mais voltada para cabelos porosos e com frizz, pois visa repor a gordura dos fios. Os componentes mais comuns são extratos vegetais como o óleo de coco, argan, rícino, semente de uva, azeite de oliva e manteigas de karité e cupuaçu.
  • Reconstrução: Recomendada para cabelos extremamente danificados e quebradiços, pois repõe as proteínas dos fios. São mais comuns os produtos à base de queratina, arginina e colágeno.

Existem na internet vários modelos de cronograma, mas para montar o seu próprio cronograma personalizado, eu recomendo que você identifique quais cuidados seu cabelo precisa e quais dão bons resultados no seu tipo de fio. Por exemplo, no meu caso, que tenho cabelo naturalmente oleoso, a nutrição não precisa ser tão frequente. Mas para um cabelo crespo cuja oleosidade natural não consegue chegar às pontas, esse tipo de tratamento precisa ser repetido mais vezes ao longo do cronograma.

 Como eu fiz?

Normalmente eu lavo o cabelo três vezes por semana. O que eu fiz foi substituir o condicionador por uma máscara de tratamento em todas as lavagens e adicionar um ingrediente para cada etapa. No meu caso, o cronograma ficou assim:

Cronograma.jpeg

(A umectação é um processo que consiste em umedecer os cabelos com algum tipo de óleo vegetal extra-virgem, por isso entra na etapa de Nutrição).

O que eu usei?

Produtos Cronograma

O que eu achei?

Gostei muito do resultado. Nunca senti meus cabelos tão macios quanto no período em que segui o cronograma certinho. Também foi bom para entender melhor de quais produtos meu cabelo gosta mais e quais dão um efeito mais legal. Confesso que dá um pouco de preguiça de usar só máscaras de tratamento, pois o condicionador é mais prático. Mas mesmo assim pretendo continuar seguindo o cronograma para guiar meus cuidados com o cabelo, pois o resultado vale muito a pena!

Dicas extras:

  • Você pode ler mais sobre cronograma capilar aqui e aqui
  • Você pode responder algumas perguntas sobre o seu cabelo e receber um cronograma personalizado aqui
  • Você pode montar e acompanhar seu cronograma capilar com esse aplicativo aqui

* Imagem retirada daqui

17629873_1319972661384518_3287602528063976838_n

BEDA #6 – Baratinhos de beleza

Não tem nada melhor do que ter um produto em casa e descobrir novos usos para ele, certo? Por isso, hoje eu resolvi contar para vocês alguns truques baratinhos de beleza que tenho usado ultimamente e gostado bastante. A maioria dos produtos (se não todos) você já tem em casa ou consegue comprar facilmente em qualquer farmácia. Vamos lá:

Montagem.

1) Sabonete líquido + açúcar = esfoliante potente

Eu não sei vocês, mas eu adoro esfoliar minha pele de tempos em tempos e, particularmente, não gostei até hoje de nenhum sabonete esfoliante que já tenha testado. Além de a maioria conter microplásticos que contaminam os oceanos, eu ainda não sinto que eles removem as células mortas como deveriam. Por isso, há tempos sou adepta do esfoliante caseiro: basta misturar sabonete líquido (qualquer tipo) e açúcar (cristal para um resultado mais abrasivo e refinado para um resultado mais suave) na proporção que você preferir. Uso no rosto e no corpo e garanto que o resultado é MARA.

2) Bepantol Derma (pomada) + creme de tratamento = hidratação poderosa

Bepantol é aquela pomadinha milagrosa que serve para curar assaduras, regenerar lábios ressecados, hidratar cotovelos e outras partes secas do corpo, etc.. Porém, recentemente, descobri um outro uso: misturar um pouco da pomada à máscara de tratamento. Como ela se mistura com o creme, fica super fácil de espalhar nos cabelos e o resultado é uma hidratação mega power. Existe o Bepantol líquido, que normalmente é usado para esse mesmo fim, mas se você já tem a versão pomada em casa pode experimentar também.

3) Soro fisiológico + esponja de maquiagem = make leve e iluminada

Pincéis de maquiagem já foram febre (quem não se lembra das blogueiras com mil kits diferentes?), mas hoje em dia as esponjas é que estão em alta. Eu gosto de usar a esponja (a minha é baratinha, da marca Macrilan) para aplicar base e corretivo pois acho que o efeito fica mais natural e sutil. Para quem não tem água termal, uma dica boa é umedecer a esponjinha com soro fisiológico. Ele tem pH levemente ácido, como o da nossa pele, o que faz com que seja facilmente absorvido. Misturado à base, pode funcionar como um primer, hidratando e ajudando a fechar levemente os poros. Claro, não é nenhuma solução milagrosa, mas deixa um efeito bonito na maquiagem.

4) Leite de Magnésia = secante caseiro para espinhas

Minha pele é bastante oleosa, por isso às vezes aparecem algumas espinhas chatas. Nesses casos, recorro sempre ao leite de magnésia, que é o melhor secante para espinhas que já usei! Por ter um efeito adstringente, ele diminui bastante a oleosidade da pele na região aplicada. Eu normalmente aplico com um cotonete sobre toda a área da espinha e deixo agir durante a noite (essa versão de hortelã tem um cheirinho super gostoso). No dia seguinte, é só lavar o rosto normalmente. O leite de magnésia também pode ser usado como primer pois, como diminui a quantidade de óleo da pele, faz a maquiagem durar mais. Só tome cuidado com o efeito rebote, evitando usar todos os dias.

Gosto de compartilhar essas dicas para mostrar que não são só produtos caros e importados que funcionam, pelo contrário. Receitinhas caseiras e produtos baratinhos também têm seu valor. E vocês, quais truques de beleza caseiros mais usam? Vou adorar aprender mais! 😉

17629873_1319972661384518_3287602528063976838_n

Leituras da semana

avocado, flowers, food, healthy, home

Neste espaço eu compartilho com vocês alguns links e postagens interessantes que li durante a semana:

Especial 8 de Março – Dia Internacional da Mulher

♥ O Dia da Mulher não é pra ser comemorado

♥ A moda como ferramenta de empoderamento e porque nós, mulheres, devemos ir juntas

♥ Por que consumir eticamente é uma questão feminista

♥ Aprender com o passado, mudar o presente e construir o futuro da mulher na sociedade

♥ Um exemplo (raro) de ação de marketing bacana de um time de futebol pela igualdade de gênero

Demais links

♥ O minimalismo pode ser uma forma de consumo elitista

♥ Corpos mudam – e tudo bem

♥ A felicidade é a subida na montanha, não seu topo

♥ A importância do resgate dos saberes ancestrais

♥ 17 maneiras simples de demonstrar amor a si mesmo

* Imagem retirada daqui

Favoritos do ano de 2016

IMG_5643.JPG

Final de ano é aquela coisa, impossível não fazer uma mini-retrospectiva e listar o que mais usamos/gostamos. Por isso, hoje venho dividir com vocês os itens que mais amei em 2016.

Cosméticos:

♥ Shampoo Nutritivo Low Poo, da Kanechom: Em 2016 adotei de vez a técnica low poo (vou falar disso mais pra frente) e abandonei os shampoos com sulfatos fortes. Depois de experimentar várias marcas, elegi este como meu queridinho. Ele faz espuma e deixa uma sensação boa de limpeza, mas sem ressecar demais o cabelo. O melhor: o preço é super amigo.

♥ Creme multifuncional Multy, da Salon Line:  Como tem um ph relativamente baixo (cerca de 3,5), sela bem as cutículas dos fios e hidrata sem pesar. Ele pode ser usado como condicionador, finalizador ou co-wash (sim, é liberado para no poo). Eu usei como condicionador e senti que reduziu o frizz.

♥ Máscara de tratamento Detox Capilar, da Tresemmé: Daquelas máscaras que desmaiam o cabelo e que você sente a diferença ainda durante a lavagem. Super aprovada!

♥ Misturinha creme para pentear Cachos dos Sonhos + gel para day after Como se Fosse a Primeira Vez, ambos da linha #TôDeCacho da Salon Line: Juro que não é publi (~quem dera~), mas a Salon Line tem se destacado por desenvolver vários produtos maravilhosos para as não-lisas. No meu caso, essa misturinha garantiu ondas mais definidas quando aplicada nos cabelos úmidos.

Sabonete esfoliante anticravos, da Clean & Clear: Eu sou a louca da esfoliação e adorei esse sabonete que tem um cheiro gostosinho e ainda ajuda a prevenir cravos e espinhas. Minha pele oleosa agradece.

Escova de dentes 1560 Soft, da Curaprox: Apesar do preço super alto (eu tava acostumada a pagar no máximo R$10,00 em uma escova de dentes), o custo-benefício vale a pena. Ela é SUPER macia, é como se você estivesse escovando os dentes com uma nuvem, haha. Para pessoas meio brutas como eu isso é ótimo, pois evita machucados.

Pó compacto, da Bella Femme: Mais um baratinho que vale a pena! Estava em busca de um pó com tonalidade fria para contorno e adorei o efeito que ele dá na pele. Ah, e a durabilidade também é boa. A minha cor é 12 (a mais escura).

Aplicativos:

Cabify (Android e iOS): Quando eu achava que com o Uber já estava bom demais, surge o Cabify para oferecer um atendimento tão bom quanto o do concorrente, porém com muito mais cupons de desconto! \o/ Pena que em BH ainda não está disponível para todos os bairros, mas na região central funciona super bem.

♥ Pokémon Go (Android e iOS): Impossível não falar da maior febre do ano, não é mesmo? O aplicativo que fez muito marmanjo sair de casa se sentindo um mestre pokemão, mas, principalmente, fez muita gente conhecer parques, museus, praças e ocupar as cidades.

♥ Spotify (Android e iOS): A forma como consumimos entretenimento mudou, é inegável, e com a música não poderia ser diferente. Um aplicativo que te permite ouvir suas músicas favoritas, criar playlists, saber o que seus amigos estão ouvindo e de quebra usa um algoritmo super avançado para te indicar músicas e artistas que possam ser do seu interesse. Sensacional.

♥ Todoist (Android e iOS): Eu AMO fazer listas para organizar minhas tarefas do dia-a-dia. Com o Todoist, é possível criar tópicos e listas que nos guiam melhor pela correria da rotina. Nossa produtividade agradece!

Músicas:

Esse foi um ano em que a música pop me pegou de jeito. Como esse é meu ~ guilty pleasure ~, vou só postar as minhas músicas favoritas do ano e sair correndo:

Sorry (Justin Bieber)

Freedom (Beyoncé)

Work (Rihanna feat. Drake)

Camarote (Wesley Safadão)

Unstoppable (Sia)

Ginza (J. Balvin feat. Anitta)

Filmes:

DeadpoolEu não conhecia a história do personagem e fui assistir ao filme sem expectativa nenhuma. Que surpresa boa! Ele não é um filme bobo de super herói, até porque a faixa etária é 16+. Os personagens são complexos e o tom engraçadinho da narrativa arranca boas risadas.

Mogli: O Menino LoboMais um clássico da minha infância relançado! Dessa vez em live action, mas mantendo a essência da animação dos anos 60. Emocionante e muito divertido!

She’s Beautiful When She’s Angry: Esse documentário conta as origens do feminismo nos Estados Unidos na década de 60 através de depoimentos das mulheres que foram protagonistas desse movimento. Em tempos difíceis como os atuais, é importante olhar para tudo o que nós conquistamos e nos inspirar para continuar a luta diária que é ser mulher.

Livros:

♥ O Canto da Sereia: Um dia, passeando por um sebo no centro de BH, me interessei pela sinopse desse livro e resolvi comprá-lo (eu sabia que fizeram uma adaptação para a TV, na minissérie protagonizada pela Isis Valverde, mas nunca tinha assistido). Durante muito tempo ele ficou encostado na minha estante, mas finalmente consegui ler e adorei!

♥ Presos que Menstruam: Esse livro conta a história de várias mulheres detentas do sistema prisional brasileiro, as dificuldades e o preconceito que sofrem. É uma leitura muito interessante para quem, assim como eu, não faz ideia de como deve ser difícil passar por algo assim.

♥ Indefensável – O goleiro Bruno e a história da morte de Eliza Samudio: Mais um livro em estilo “documentário”, que conta a história por trás do assassinado da Eliza Samudio, arquitetado por seu ex-amante, o goleiro Bruno. Ao longo da narrativa, fica claro o quanto o crime não foi “passional”, mas sim mais um caso de feminicídio. É de embrulhar o estômago, mas vale muito a pena a leitura!

Esse foi meu 2016 em forma de “favoritos”, ou seja, as coisas que eu mais amei nesse ano. Adoro posts desse tipo e espero fazer mais em 2017. Afinal, compartilhar dicas nunca é demais, né? 😉

Prêmio Dardos

la-maquina-de-escribir-def.jpg

Fui indicada ao Prêmio Dardos pela linda da Bárbara, do blog Meu Diário Minimalista. Esse prêmio foi criado pelo escritor Alberto Zambade, que selecionou e indicou o selo a 15 blogs que ele considerou merecedores do prêmio, os quais também indicaram outros 15 e assim sucessivamente, criando uma imensa corrente na internet.

Porém, resolvi quebrar o protocolo e fazer algo um pouco diferente. No meu Blogroll tenho vários links de blogs que eu acompanho e recomendo. Resolvi então aproveitar o prêmio para indicar os meus 10 favoritos.

Minhas indicações:

Todos esses blogs têm um conteúdo muito rico e, de uma forma ou de outra, me ajudaram – e ajudam – a me tornar uma pessoa melhor. Seja lançando uma visão diferente sobre uma questão da atualidade, seja me mostrando que a moda não é só para os corpos das modelos, seja me ajudando a me empoderar, seja me dando um motivo para sorrir. Por isso, gostaria de indicá-los aqui, mais uma vez. Se você ainda não os conhece, vale o clique! 😉

 

Leituras da semana

11

Neste espaço eu compartilho com vocês alguns links e postagens interessantes que li durante a semana:

♥ Qual é o seu mantra?

♥ 25 maneiras de se conhecer melhor

♥ Por mais destaque à mulher negra no mundo da beleza

♥ Porque todo mundo deveria ter um arquivo de inspirações

♥ Novo na firma? Veja como se adaptar a um trabalho novo

* Imagem retirada daqui